PARAJAPS

Parajaps 2017

05/11/2017

Chegou a fim mais mais uma edição do Parajaps

A 6ª edição dos Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná, o PARAJAPs, chegou ao fim. Foram 5 dias de competições. Vitórias, derrotas, quebra de limites, alegria e superação, sentimentos divididos entre os cerca de 1500 atletas das 14 modalidades disputadas.

Sentimento de vitória mesmo na derrota. Para esses atletas do paradesporto paranaense, estar em uma competição como o PRAJAPs já uma conquista. Em quadra, anônimos e estrelas do paradesporto. Essa é a essência do esporte. Poder disputar, ver ou apenas conversar com atletas que brilham em território nacional e internacional, como é o caso do Eliseu dos Santos, da bocha adaptada, carrega no peito medalhas olímpicas. ““Em Pequim ganhei medalha de ouro em dupla e bronze no individual. Em Londres eu repeti o resultado de Pequim e no Rio de Janeiro eu ganhei medalha de prata na dupla, foram essas cinco medalhas que eu conquistei nas Paralimpíadas”, conta o atleta. Eliseu é atleta TOP, Talento Olímpico do Paraná.

TOP é o que não faltou nessa edição dos Jogos, que só na natação formava-se uma “Seleção TOP

As famosas gêmeas da natação Débora e Beatriz, que participarão do evento teste para as Paralimpíadas do Rio de Janeiro, representam Maringá fizeram bonito e distribuíram simpatia. Leonardo Bee Alenski, de Curitiba, que com sua experiência internacional, conquistou mais três medalhas de ouro para a coleção. Ainda passaram pelo pódio Vinícius Bernard Guariente, Jonatan Reway, Vitória Caroline Ribeiro, da equipe que mais trouxe atletas TOP para a competição, Pinhais.

Cowboy da água

Nessa edição, a paracanoagem teve a ilustre presença de Fernando Rufino, “Cowboy de Aço”, uma figura conhecida no mundo da paracanoagem. Só 2015, conquistou um ouro no Pan-Americano da modalidade e duas medalhas douradas e uma prateada na Copa Brasil. Em 2014, foi ouro na Sul-Americana. Isso além três medalhas na Copa Brasil e de ser tetracampeão Brasileiro. Cowboy chegou a conquistar uma vaga para as Paralimpíadas do Rio, mas por um problema no coração teve que abandona-la. Recuperado, o atleta veio participar pela primeira vez do Parajaps, representando Maringá, e conta o que achou da competição.

“Eu acho que só tem a agregar. Quanto mais eventos desse nível, melhor para o atleta, para modalidade e para o Estado. O cenário é muito bonito, contato com a natureza. Não tem muito vento e está um cenário perfeito, estou honrado de ser convidado para participar, e com certeza vou querer participar das próximas edições e com mais competidores ao meu lado”, disse Cowboy.

Campeão das Américas

Campeão das Américas e vice-campeão mundial do Comitê Paralímpico das Américas pela Seleção Brasileira de goalball, o atleta Marcio Augusto de Carvalho tem uma história para lá de inspiradora. Pela primeira vez no PARAJPs como convidado do time de Foz do Iguaçu, ele conta que nasceu com parte da visão limitada e sofreu um acidente durante uma de suas primeiras competições em 2015, mas a vontade de superar os objetivos sempre venceu.

“Eu estava praticando com óculos adaptado e por um momento os óculos entraram no meu olho. Assim perdi a visão total do lado esquerdo, mas não desisti de representar o município e o país. Meu foco sempre foi o alto rendimento e por isso entrei na Seleção e hoje viajo o mundo inteiro. As pessoas com deficiências são capazes de fazer qualquer coisa. Na verdade, se pararmos para pensar, todo mundo pode ter uma deficiência. Algumas visíveis e outras não”.

Campeão Geral

Em primeiro lugar ficou a cidade de Curitiba com 129 pontos
Em segundo ficou a cidade de Maringá com 107 pontos
E em terceiro lugar Cascavel com 86 pontos
Tantas são as histórias de superação e dedicação ao esporte, mas não seria diferente quando o assunto é o PARAJAPs, Desde pessoas que nasceram com algum tipo de comprometimento até as que sofreram acidentes e encontraram no esporte uma motivação para seguir em frente e ver o mundo de uma outra forma. E o que eles buscam? Reconhecimento!!

Esses são os Parajaps.

Até o ano quem!!!

Os Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná - PARAJAPs são promovidos pelo Governo do Paraná por meio da Secretaria do Esporte e Turismo e com o apoio do município de Maringá.

COM/JAPs 2017
Thaís Fernanda Mendes
E-mails: thanaimprensa@gmail.com

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.