PARAJAPS

Basquetebol

20/10/2019

Dobradinha de Ponta Grossa marca final dos JAPS em Toledo

A decisão da modalidade de basquetebol da Fase Final dos Jogos Abertos do Paraná Divisão A em Toledo foi marcada nesse domingo (20) pelos dois títulos da cidade de Ponta Grossa. A cidade levou o bicampeonato da categoria feminina e foi campeão no masculino. Destaque para a atleta Alessandra Santos de Oliveira campeã mundial de basquetebol pela seleção brasileira em 1994 que atua por Ponta Grossa desde 2014.

As campeãs fizeram a final contra o belo time de Foz do Iguaçu, que não facilitou para as meninas de Ponta Grossa. Em um primeiro quarto bem equilibrado o time da fronteira terminou na frente com parciais de 18x15. Na segunda etapa do jogo as medalhistas de ouro reagiram e fecharam com parciais de 21x8. O terceiro quarto também foi bem disputado e terminou em 17x23 para Ponta Grossa. No último e decisivo quarto Foz do Iguaçu não suportou a pressão e cedeu a vitória e o título para o time de Ponta Grossa, fim de jogo 76x51.

Pela final do basquetebol masculino Ponta Grossa e Londrina também fizeram um jogão na quadra do Ginásio de Esportes Jaime Zeni em Toledo. Belas jogadas marcaram o primeiro quarto que fechou em 19x14 para o time de Londrina. A disputa ficou um pouco mais aberta no segundo quarto onde o time de Ponta Grossa soube aproveitar melhor as chances fechando em 29x13. Dai em diante a disputa pelo título dos JAPS ficou equilibrada, parciais de 20x16 para Londrina no terceiro tempo e 29x27 para Ponta Grossa na etapa final. Fim de jogo 88x79 e Ponta Grossa pode soltar o título de é campeão.

.

Alessandra Santos de Oliveira foi um dos destaques da equipe na conquista do título. Foto: Felipe Fachini

Com um belo currículo no basquetebol, a pivô de Ponta Grossa Alessandra Santos de Oliveira, disputou cinco mundiais de basquete, sendo ouro em 1994 na Austrália, além da prata nas olimpíadas de Atlanta 1996 e bronze em Sydney em 2000. Ela falou sobre a alegria de participar dos Jogos Abertos do Paraná. “Tenho a emoção e alegria de participar dos JAPS desde 2014, eu sempre que entro em quadra é como se fosse a primeira vez, e aqui em Toledo não foi diferente. Moro em Ponta Grossa a cinco anos, me sinto uma paranaense, e estar com essas meninas e com esse grupo me faz muito bem”.

Alessandra destacou a importância dos Jogos Abertos do Paraná em relação ao esporte como um todo. “Não só para o basquete feminino, mas também para as outras modalidades, o JAPS são importantes pelo fato de incentivar o esporte e aos atletas a se desenvolverem e a praticar o esporte nas escolas, nos parques e demais praças esportivas. Isso é importantíssimo ainda mais com os problemas sociais que vivemos em nosso país, pois vejo jogos como esse como uma formula de incentivar e mostrar a esses jovens que existe a oportunidade de crescimento de outras maneiras”.

Ela também deixou uma mensagem de incentivo aos atletas mais velhos convidando eles a participarem dos JAPS “Com a qualidade de vida que temos hoje em dia, como avanço da tecnologia e da medicina a vida se prolongou mais, hoje eu com 45 anos estou aqui me divertindo e me movimentando, mas principalmente por que quero mostrar que o estigma de que depois dos 35 anos principalmente a mulher é vista como velha para o esporte e isso não é real, ela está começando a viver a segunda fase da sua vida, e pode muitas vezes realizar um sonho de criança que era jogar e não pode”.

Os Jogos Abertos do Paraná Divisão A são realizados pelo Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, com apoio da Prefeitura de Toledo.

Acompanhe também a fanpage dos Jogos Abertos do Paraná no http://www.facebook.com/jogosabertospr

COM/JAPS

Felipe Fachini

jornalistafachini@gmail.com

(45) 9 9992-6092

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.