PARAJAPS

Karatê

22/10/2019

Com dobradinha, Londrina emplaca dois ouros nos JAPS

A equipe da cidade de Londrina conquistou a melhor pontuação geral no karatê no naipe masculino e feminino. O grupo das mulheres somou 76 pontos, já os homens conquistaram 68 pontos.

O técnico da equipe de Londrina, Marcelo Oguido que também trabalha com a seleção brasileira de karatê, estava eufórico com as vitórias e comemorou muito juntos com a delegação formada por 16 atletas.

.
Técnico da equipe de Londrina e da Seleção Brasileira de karatê, Marcelo Oguido vibrou com o ouro duplo. (Foto: Carol Flores/JAPS)

“Essas medalhas foram conquistadas com muito trabalho. Se ficamos felizes em ganhar uma imagina duas – a alegria é dobrada”, destacou vibrante o técnico

Marcelo explica que conquistar o ouro na mesma competição nos naipes masculino e feminino é um feito. Segundo ele a dobradinha dourada vem com um gosto diferente. “Fazia algum tempo que buscávamos essa conquista que veio com um sabor muito especial”, disse o técnico.

.
Equipe londrinense leva ouro na classificação geral no naipe masculino e feminino. (Foto: Carol Flores/ JAPS)

Dos 16 atletas londrinenses que participaram dos Jogos Abertos do Paraná, Divisão A, três fazem parte da seleção brasileira de karatê, como o técnico Marcelo Oguido, a atleta Beatriz Thihara e Vinicius Figueira. Esse último que está em segundo lugar no ranking mundial da modalidade e ainda tenta vaga para as Olímpiadas de Tóquio e tem fortes chances de se classificar e representar o Brasil.

.
Vinícius Figueira (faixa azul) segundo no ranking mundial de karatê, e o irmão Murilo Figueira, são integrante da equipe de Londrina. (Foto: Carol Flores/ JAPS).

“Fazemos um trabalho diariamente visando o alto rendimento, e sempre temos um foco especial para as competições do estado como Jogos da Juventude e o Jogos Abertos, porque são eventos muito importantes no Paraná – na nossa casa”, explicou o técnico.

Logo após a competição dos JAPS, se engana quem pensa que a equipe irá descansar. Segundo o técnico, já nessa semana os trabalhos voltam a todo vapor para a preparação da equipe que deve treinar focada para o JAPS 2020 e tentar repetir o feito desse ano.

“Já avisei a equipe que vamos focar no treinamento, corrigir alguns erros para tentarmos repetir a dobradinha em 2020”, ressaltou o técnico entusiasmado.

Chance de medalha na Olimpíada

Incluído pela primeira vez no calendário olímpico, o karatê deve fazer história em Tóquio 2020. Para os brasileiros, em especial os paranaense, a chance de marcar um feito histórico é muito maior, teremos grandes chances de contar com um representante da bandeira verde e amarela - o londrinense Vinícius Figueira.

Detentor de uma concentração invejável e com técnica acima da média, o jovem de 28 anos, que já foi considerado o melhor do mundo no karatê e hoje está em segundo lugar no ranking mundial, é chance quase que certeira de pódio para o Brasil nas competições olímpicas do ano que vem.

Vinícius treina há 18 anos. Entre treinos e estudos se formou em agronomia, mas estacionou o projeto de ser agrônomo e transformou o karatê - que antes hobbie, em profissão.

“Quando me formei falei com minha família e decidimos que eu iria me dedicar ao karatê devido a boa fase minha no esporte. Hoje levo o karatê como minha profissão”, explica o carateca que deve de Tóquio com uma medalha para o Brasil.

Confira a classificação completa aqui.

Os Jogos Abertos do Paraná, Divisão A, são realizados pelo Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, com apoio da Prefeitura de Toledo.

COM/JAPS

Carol Flores / karolflor@gmail.com

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.